Maio 20, 2024

|

Categorias: Blog

A sua empresa precisa de um ERP?

O que é

ERP é a sigla de Enterprise Resource Planning. Planeamento de recursos empresarias, ou, simplesmente, sistema integrado de gestão. É a plataforma central de um negócio, que agrega todos os dados e permite um fluxo de trabalho integrado e colaborativo entre todos os departamentos de uma empresa.
Não se destina apenas a grandes empresas. O objetivo principal de um ERP é integrar e automatizar processos, independentemente da sua dimensão ou setor de atividade.
Com a constante evolução tecnológica, os ERP integram agora tecnologias emergentes, como AI, machine learning, blockchain, IoT, assistentes virtuais, entre muitas outras. Um ERP permite gerir toda a empresa e apoiar na automatização de processos financeiros, contabilísticos, comerciais, produtivos, logísticos, aprovisionamento, recursos humanos, serviços, ativos e muito mais.

Para que serve

Uma ferramenta que gere todos os processos centrais e rotinas de uma empresa, com eficiência, num sistema totalmente integrado.
A partir dos dados armazenados pelo software, podem ser feitas diversas consultas e diagnósticos detalhados sobre medidas necessárias, por exemplo, para aumentar a produtividade e reduzir os gastos.

Como se implementa

Implementar um ERP é a solução que oferece maior suporte na tomada de decisão, contribuindo para o crescimento e rentabilidade do negócio.
O processo mais comum passa por implementar o sistema base, com módulos essenciais e complementares, adquiridos de acordo com as necessidades da empresa. Podem ser acrescentadas aplicações para responder a necessidades específicas do negócio.
Atualmente, com as plataformas móveis e a força de trabalho descentralizada, basta escolher o modelo mais adequado a cada empresa. On premises, com licenciamento e instalação local, ou on cloud, na nuvem como um serviço (SaaS).

Vantagens

O ERP melhora as operações de uma empresa e dá-lhe maior agilidade. Algumas das grandes vantagens são a automatização de processos manuais, a redução de custos, a escalabilidade, a integração entre áreas e sistemas, a transparência e a segurança.
Implementar um ERP pode ser simples, mas implica a definição clara de objetivos, de uma estratégia com etapas e alinhada com o futuro, e, principalmente, de uma equipa, envolvida e comprometida.